Margaret Mee

by Filipe Franco

Margaret Mee

Margaret Ursula Mee (1909-1988) é considerada uma das mulheres mais notáveis do século 20. Ela foi uma exploradora corajosa da Florestas Tropicais do Brasil e uma proeminente artista botânica, aclamada quer pelos botânicos, quer pelos críticos de arte do mundo inteiro. / Margaret Ursula Mee (1909-1988) must rank as one of the most remarkable women of the twentieth century. She was an intrepid explorer of the Brazilian rainforest and an outstanding botanical artist, acclaimed by botanists and art critics worldwide.

Margaret Mee

Nascida em Chesham, Buckinghamshire, Inglaterra, ela estudou arte em Londres na St. Martin’s School of Art, na Center School of Art e na Camberwell School of Art. Em 1950, Margaret recebeu um diploma nacional de pintura e design. Em 1952, ela mudou-se para o Brasil com o seu segundo marido, Greville, e deu aulas de arte durante 5 anos na São Paulo’s British school. / Born in Chesham, Buckinghamshire, England, she studied art in London at St. Martin’s School of Art, Center School of Art and Camberwell School of Art. Margaret received a national diploma in painting and design in 1950. In 1952, she moved to Brazil with her second husband, Greville, and taught art for five years in São Paulo’s British school.

Margaret Mee

Ela iniciou a sua actividade como artista botânica no Instituto de Botânica, em São Paulo. Explorou as selvas brasileiras em inumeras expedições realizadas entre 1958 e 1964 antes de se dedicar à exploração da Amazónia entre 1964 e 1988. Para executar o seu trabalho, ela recolhia algumas plantas e pintava outras nos locais onde se encontravam. / She began working as a botanical artist at the Instituto de Botânica in São Paulo. She explored the Brazilian jungles on numerous expeditions between 1958 and 1964 before concentrating on the Amazonas from 1964 to 1988. She collected plants and painted others on-the-spot.

Margaret Mee

As três publicações mais conhecidas do seu trabalho são “Flowers of the Brazilian Forests” (1968), “Flowers of the Amazon” (1980) e “In Search of Flowers of the Amazon Forest” (1988). Quando Margaret faleceu em Inglaterra, vítima de um acidente de automóvel, ela deixou-nos 400 ilustrações em guache, 40 livros de esboços e 15 diários. / Her three best-known publications are “Flowers of the Brazilian Forests” (1968), “Flowers of the Amazon” (1980), and “In Search of Flowers of the Amazon Forest” (1988). When Mee died in a car crash in England in 1988, she left behind 400 folios of gouache illustrations, 40 sketchbooks and 15 diaries.

Margaret Mee

A Fundação Botânica Margaret Mee foi fundada em 1989. Declarada de Utilidade Pública Federal, tem como objetivo dar continuidade ao trabalho de Margaret Mee, que dedicou sua vida à documentação e à defesa da biodiversidade da flora brasileira e a conservação de seus ecossistemas. É para este fim que a Fundação atribui bolsas de estudo para os estudantes brasileiros de botânica e ilustração botânica, sendo-lhes dada a oportunidade de estudarem em Inglaterra ou de conduzirem trabalhos de investigação de campo no Brasil. / The Margaret Mee Botanical Foundation was founded in 1989. Recognized as Public Federal Utility in Brazil, ensures the continuity of the work of Margaret Mee, who spent her life documenting and defending the biodiversity of the Brazilian forests and the conservation of its ecosystems. To this end the trust provides scholarships for Brazilian botanical students and plant illustrators to study in the United Kingdom or conduct field research in Brazil.

Margaret Mee

Anúncios